Archive | Em Familia RSS feed for this section

Um anjo… Feliz #DiadasMaes

8 maio
Compartilho com vocês, a homenagem que recebi da minha filhota  Julia#aos5,  dedico a todas as mães, anjos enviados por Deus.

Nota: Desculpe a péssima qualidade do vídeo
Diálogo de uma criança com Deus
Uma criança pronta pra nascer perguntou a deus:
“Me disseram que serei enviado a terra amanhã… Como eu vou viver lá, sendo assim pequeno e indefeso?“
E deus disse: “Entre muitos anjos, eu escolhi um em especial pra você.
Estará te esperando e tomará conta de você.”
Perguntou a criança: “Mas diga-me: aqui no céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente pra que eu seja feliz. serei feliz lá?”
Deus falou: “Seu anjo cantará e sorrirá para você… A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz”. e a criança respondeu : “como poderei entender quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?”
Deus ponderou: “Com muita paciência e carinho, seu anjo vai te ensinar”.
A criança estava cheia de dúvidas: “E o que farei quando eu quiser falar com você?”.
“Seu anjo vai juntar suas mãos e te ensinar a rezar, disse deus.”
“Eu ouvi que na terra há homens maus. Quem vai me proteger?”, perguntou ansiosa a criança.
E deus: “Seu anjo vai te defender mesmo que isso signifique arriscar a vida dele”.
A criança: “Mas eu serei sempre triste porque não vou te ver mais”.
Deus: “Seu anjo sempre vai te falar sobre mim, te ensinar a maneira de vir até mim, e eu estarei sempre dentro de você”.
Nesse momento havia muita paz no céu.
Mas as vozes da terra já podiam ser ouvidas.
A criança, apressada, pediu suavemente:
“Oh deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me, por favor, o nome do meu anjo”.
E deus respondeu: “Você vai chamar seu anjo de… Mãe”.

Hora do Planeta, momento de conscientizar e curtir em família #HoradoPlaneta

26 mar

Hoje dia 26 de março das 20:30 as 21:30 em todo o planeta, milhares de pessoas apagarão as luzes de suas casas, se reunirão em praças sob luz de velas, cidades apagarão as luzes de seus monumentos, todos apagando as luzes para ver um mundo melhor.

Todo esse movimento, é pela Hora do Planeta, que  é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.

Não é só pelo fato de apagar as luzes que vale a pena participar (economia de luz/redução do consumo), mas pela atitude de fazer algo diferente. No sábado a noite geralmente vemos filme aqui em casa, hoje nossos planos é de jogar banco imobiliário e brincar com sombras a luz de velas.

Sabe que na infância eu adorava quando acabava a luz!? Não por conta do escuro, do qual tenho medo até hoje, rs. Mas porque mesu pais costumam contar histórias da juventude deles na fazenda. Tem uma que eu adorava, que meu pai contavca que uma certa noite de lua cheia, voltando da casa da minha mãr, teve que fugir de uma onça pelo arrozal. Se era verdade eu não sei, mas esse moemento em família, sem a intromissão da televisão, era muito bom.

A @Samegui sempre fala que “sustentabilidade começa e passa pelo ser humano“, e valorizar estes momentos em família, talvez seja a melhor forma de incentivar meus filhos a pensarem/desejarem um planeta melhor. Melhor para eles, para nós, e para todos.

Dica: Veja o post “Ih acabou a luz“, da causa “Criatividade é o que se usa para construir pessoas” que eu apoio.

 

“Você pode fazer a mudança”, não deixe de ver o inspirador filme da Hora do Planeta 201, e logo abaixo, compartilho o vídeo feito especialmente para nós mamães.

Já pensou no planeta que vai deixar para seus filhos!?

Que valores você transmite para seus filhos!?

23 mar

Recebi hoje por e-mail, crítica do chargista Quino falando de valores que transmitimos aos nossos filhos e consumismo, vale a reflexão….

Obrigada Patricia Cerqueira por compartilhar.

Crise dos 7 anos? #TôFora!

7 dez

Hoje durante a preparação do jantar rolou um impasse, eu queria fazer rocambole de berinjela, e o Valdir queria strogonofe.

Sabe aquelas horas que você quase discute por besteira, pois bem, não me lembro como de repente estávamos na questão dos 7 anos juntos, e aí brinquei: “Olha a crise de 7 anos”. Engraçado, nunca havia pensando nisso, e curiosamente hoje faz 6 meses que estamos no 7º ano juntos.

Não sou muito ligada nestas questões cabalísticas, mas curiosa como sou, dei uma “googleada” sobre o assunto, e achei umas teorias no mínimo curiosas (leia-se nada científico), separei o post do Bolsa de Mulher e do Vila Mullher, agora o mais engraçado, foi o que me apareceu no Google LivrosSETE PRINCIPIOS PARA O CASAMENTO DAR CERTO. Mas que raios de marcação com o número 7 é essa.

Sabe como eu resolvi a questão? Fiz o strogonofe e o rocambole de berinjela, assim todos ficaram felizes. É conversando e equilibrando interesses, que passamos os 6 anos iniciais, e é assim com qualquer nível de relacionamento, não!?

Bom, deixa eu sair da net, pois por mais que não acredite na maldição dos 7 anos,  ainda tenho 180 dias pela frente, melhor não facilitar né, rs. #brincadeira.

 

Um dia de calor e muita diversão com filhos e mães (pais) blogueiras (os)

23 nov

A @LifeBuoyBR, convidou um grupo de blogueiras e blogueiros para um dia de muita diversão no parque Hopi Hari em Vinhedo-SP.

Foi muito super, reencontrar a @Samegui e o @GnsBrasil com seus filhos @Enzo_Buzz e @Giorgio_Bros, conhecer pessoalmente a @Doduti e seu @MeninoLucas, e também toda a família @ComerCrescer. Claro que eu também levei o @Gabriel_Spider, a Julia e a Maria Clara.

Controlar a criançada foi um desafio, mas os adultos se dividiram na missão, já que as idades eram variadas, logo os brinquedos também eram diferentes para cada faixa etária.

Antes do lanche a turminha se divertiu lavando as mãos com o sabonete vermelho da Lifebuoy, até gravamos a farra, veja nas fotos e no vídeo.

Dica: A região do Parque Hopi Hari é muito quente, e como o parque é grande, prepare-se para caminhar bastante, não se esqueça do protetor solar e boné. Por falar em calor, uma garrafinha de agua custa R$ 4,00, e as filas dos bebedouros são enormes, traga squezze para caprichar no abastecimento. Há poucas opções para crianças pequenas, a Clarinha que tinha menos de 1mt não podia por exemplo ir no Rio Bravo, para crianças pequenas a melhor pedida é o Parkid e o Playground Aquático da Vila Sésamo, ambos no “país” Infantasia.

Lava uma, lava outra mão:

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

 

Crianças no Cinema!? #FICI – Festival Internacional de Cinema Infantil

2 set

Quem nã gosta de cinema!?

Mas quem tem criança muito pequena e ligada no 220, acaba tendo dúvidas de levá-los ou não. Para quem está chegando por aqui agora, sou mãe de três crianças lindas, o @Gabriel_Spider que mês que vem completa 11 anos, a Julia de 5 anos, e a Maria Clara que fará 4 anos em Dezembro.

O Gabriel sempre foi uma criança tranquila, com isso desde muito pequeno me sentia segura de levá-lo comigo ao cinema, e conforme ele foi crescendo, passou a ser uma das opções de lazer preferida dele e do pai.

Agora a Julia e a Clara sempre foram muito inquietas, e ficava insegura de levá-las ao cinema e elas não curtirem ficar 2 horas sentadas.

Este ano tomei coragem, e levei os três para ver Toy Story 3. O Gabriel como irmão mais velho e super carinhoso, ficou se sentindo o Ciccerone do passeio.

Logo que chegamos as meninas ficaram encantadas com aquela “sala” tão grande, e com aquela tela tão grande.  Logo que apagou a luz, a Clara ficou assustada e agarrou no meu braço, a Julia já ficou “ligada” na tela.

O filme em si, vamos combinar que já foi uma ótima escolha, neste post a @Samegui fala da importante mensagem de incentivo a doaçao de brinquedos. Mas o que mais me marcou, foi ver os olhos brilhando das meninas, elas sempre gostaram de filmes infantis, mas ver um filme em dimensões gigantes, foi para elas uma experiência ímpar, de experimentação ampliada de sentidos, e o Gabriel adorou que agora terá companhia infantil para ir ao cinema. Veja a alegria deles após o final da sessão:

Com as Crianças no Cinema #ToyStory3

Me arrependi de não ter levado as meninas antes. Se você tem essa dúvida, ou tem crianças que curtem filmes infantis (se é que existe alguma que nã goste), uma ótima oportunidade (valeu @LidiFaria pela dica)  é o FICI – Festival internacional de Cinema Infantil, que está chegando aqui em Sampa.

FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil

O Festival Internacional de Cinema Infantil (FICI) levará mais de 90 filmes para as salas de cinema da Rede Cinemark em 9 cidades brasileiras, reunindo inéditos e clássicos, curtas-metragens brasileiros e internacionais, séries de TV e mostras especiais além de oficinas de cinema de animação e debates. A estreia aconteceu no Rio de Janeiro e Niterói (de 27 de agosto e 05 de setembro), amanhã em Brasília (até 12 de setembro), e aqui em São Paulo e Campinas de 10 a 19 de setembro. Passará também por outras capitais, Belo Horizonte (17 a 26 de setembro), Recife (08 a 17 de outubro), e por último Aracaju e Salvador (22 a 31 de outubro).

Como adoramos ouvir história, conte em seu blog uma história relacionado a experiência de curtir cinema quando foi criança, ou com uma crianças, iremos sortear 5 par de ingressos para as cidades que ainda vão receber o festival. Não se esqueça de fazer o ping para o nosso post. Se você não tem blog, não tem problema, conte aqui nos comentários a sua história. O resultado será divulgado no dia 08 de setembro aqui no blog.

[update] A @Samegui fez um post com umas dicas bem legais de filmes exibidos no festival, confira no blog A Vida como a Vida quer. [/update]

Falando de propostas para a Educação

12 ago

Quem me acompanha também no blog Sustentável 2.0, sabe que educação é um tema recorrente por lá, inclusive sou voluntária do movimento Eu, Você, Todos pela Educação. Fiquei muito feliz quando por indicação da sempre querida @Samegui, fui convidada para participar da #SaladeMarina, que terá como tema Educação.

Vamos combinar, educação é um fator estratégico para uma sociedade moderna, desenvolvida e principalmente justa e igualitária. Independente de questões partidárias, acho muito importante o debate sobre o tema, pois fortalece a questão e gera novas idéias.

A convidada principal da discussão é Maria Alice Setubal, socióloga, doutora em psicologia da educação e mestre em ciência política, é mais conhecida como Neca Setubal, atua como presidente do Centro de Estudos em Educação e Cultura (Cenpec) e da Fundação Tide Setubal.

Sabe o que é mais legal nessa história, fiz o ensino médio em uma escola estadual em São Miguel Paulista que adivinhem o nome? Tide Setubal, caso você não saiba de quem estou falando, me refiro a Mathilde de Azevedo Setubal, mas conhecida como Tide Setubal, que é a mãe da Neca Setubal,  não sei se é coincidência ou o mundo é pequeno mesmo.

Ainda quando eu estudava no Tide (1996), o Itaú (empresa da família Setubal) bancou uma reforma no prédio, sabe que a quadra ficou muito legal. E hoje é umas das bases de atuação da Fundação Tide Setubal. A região abriga também um hospital público e um centro esportivo (CDC Tide Setubal) com o nome da matriarca da família.

Mas voltando ao tema principal, o eveto será transmitido on-line no dia 12/08 das 17:00 as 18:00 (www.minhamarina.org.br/salademarina), o programa “Sala de Marina”  tem por objetivo debater temas pertinentes para o Brasil, fico honrada de participar, principalmente porque contarei com a companhia de amigos ativistas em defesa da educação de qualidade: @Samegui, @Gnsbrasil e @CybeleMeyer. Vale lembrar que todos os três assim como eu, são voluntários do movimento Eu, Você, Todos pela Educação.

Os espectadores poderão participar do bate-papo pelo Twitter, usando a hashtag #salademarina no microblog Twitter.

%d blogueiros gostam disto: